Mulheres da Moda: marcantes e revolucionárias

A moda e a mulher sempre estiveram muito próximas, não que os homens também não estiveram, principalmente hoje em dia. Existem grandes nomes masculinos no mundo da moda, desde fabricantes a estilista, mas hoje traremos nomes femininos que devem ser conhecidos e reconhecidos.

Mulheres na moda: dos anos 20 aos anos 40

Quando se fala em moda, um dos principais nomes femininos que vem a nossa mente é Coco Chanel. Foi Chanel que nos anos 20, mudou a moda feminina e trouxe mais liberdade e estilo à mulher. Antes de Chanel, as mulheres não podiam usar calças e ela revolucionou os padrões fixos até então, criando uma moda feminina mais leve e confortável, com muitos itens da moda masculina.

Uma contemporânea de Chanel, nem tão conhecida do público é a estilista italiana Elsa Schiaparelli. Foi parceira de Salvador Dalí e com ele criou peças peculiares, como o famoso chapéu em forma de sapato, a bolsa-telefone, o tailleur-escrivaninha com bolsos em forma de gaveta, entre outros.

Já nos anos 40/50, surgiu a primeira estilista negra, Zelda Wynn Valdes, dona da boutique “Chez Zelda”, e passou a vestir a elite negra americana com peças de cinturas marcadas, e quadril em evidência.

zelda

 

Mulheres na moda: os anos 60

Mary Quant, é outra mulher da moda que devemos revenciar. Quant é uma estilista britânica, que na década de 60 criou as famosas minissaia e também popularizou as hot pants.

#curiosidade Dizem que as saias se chamaram mini, porque Mary Quant adorava o Mini Cooper.

#Lembrando que a modelo Twiggy foi a responsável por imortalizar um dos primeiros editoriais de moda com a minissaia.

Também nos anos 60, em Londres, surgiu uma outra moda contracultura, que foi chamada de punk, criada por Vivienne Westwood que misturou camisetas, couros, o “mini crini” (saias curtas com aros flexíveis), corsets e diversos acessórios com tachas.

mary-quant

Mulheres na moda: de Iris a Patricia Field

Ainda falando de moda, devemos mencionar dois nomes: Iris Apfel e Patricia Field.

Muito antes do surgimento das it-girls, Iris Apfel tornou-se um ícone da moda, sem ser estilista, modelo ou editora de moda. Descrita como designer, Iris foi e é um dos ícones da moda e estilo, sempre com acessórios grandes e coloridos. No documentário sobre sua vida podemos conferir sua trajetória no mundo fashion. Iris ainda foi capa da “Dazed & Confused” e assinou uma linha para a marca de cosméticos, M.A.C. .

iris

Já, Patrícia Field, estilista, é uma das mais conhecidas do mundo fashion e do mundo artístico. Foi o nome por trás do figurino de Sarah Jessica Parker, no famoso Sex and the City e do filme O Diabo Veste Prada, seu estilo único e visionário a transformou em uma das figurinistas mais procuradas.

E ai, gostou do assunto? Tem alguma mulher da moda para recomendar?

Beijos e até a próxima. 😘

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *